Bon Vivant Novidades

A gastronomia e o resgate à mesa

A reunião ao redor da mesa no momento das refeições proporciona o desenvolvimento de vínculos afetivos e reforça laços de amizade e familiares

 

Hoje em dia, a pressa, o excesso de trabalho, os compromissos, são fatores que tem impedido a reunião da família ao redor da mesa para suas refeições.

Mas existe quem incentive o retorno deste hábito, como o chef Eder Gitte e a orientadora de nutrição comportamental, Fernanda Volner Gitte, da Donantonia, por exemplo.

 
Eder-Gitte e Fernanda Volver Gitte
Foto-Donantonia

O casal acredita na importância das refeições ao redor da mesa, por fortalecer o convívio familiar e as amizades, entre tantos outros benefícios que esta prática possa proporcionar.
Por isso, por meio da gastronomia, criam e produzem comidas caseiras que propiciam a geração de uma memória afetiva e, consequentemente, lembranças carinhosas de momentos inesquecíveis vividos ao redor da mesa.

“Ao redor da mesa, todos compartilham, além da comida, boas conversas e instantes inesquecíveis, que poderão ficar gravados para sempre na memória de cada um.”, diz o chef Eder Gitte.
 
“O olho no olho que acontece neste contexto pode ser o elo que falta para reforçar laços familiares, relacionamentos interpessoais, solucionar desentendimentos e criar vínculos mais intensos.”, explica a orientadora Fernanda.
 
Pesquisas mostram que crianças aprendem muito neste cenário. Elas passam a compreender o sentido de compartilhar, respeitar, conviver, além de entender como se alimentar melhor, entre tantos outras experiências que podem ser vivenciadas nestas ocasiões.
 
Preparar uma mesa bonita com comidinhas caseiras saborosas, convidar parentes e amigos, já são os primeiros passos para ter mais momentos de alegria e cumplicidade no dia-a-dia.
 
“A refeição ao redor da mesa é um ritual ancestral que merece ser resgatado e só traz benefícios. É sinônimo de confraternização e união que não deve ser excluído da rotina familiar.”, finaliza Fernanda.