Educação Tecnologia e Games

Aulas de anatomia ficam mais dinâmicas com realidade virtual

Tecnologia é utilizada nos cursos de saúde da Uninter

A tecnologia modifica os métodos de ensino, e unir o entretenimento e o lúdico com a educação é um dos diferenciais que a realidade virtual proporciona. Soluções como essas, aceleram o aprendizado, auxiliam no desenvolvimento cognitivo e no aprimoramento de habilidades. O Centro Universitário Internacional Uninter, por exemplo, utiliza um equipamento de realidade virtual para todos os cursos, semipresenciais e presenciais, da área de saúde, que têm a disciplina de Anatomia Humana.

O equipamento, desenvolvido pela empresa MedRoom, consiste em um computador com configurações avançadas, óculos de realidade virtual, sensores e manoplas que permitem o manuseio de um corpo humano, possibilitando a visualização de todas as estruturas. Em funcionamento, permite que o aluno possa entender os processos do corpo humano de modo real em um ambiente virtual.

Alessandro Castanha da Silva, professor da Escola Superior de Saúde, Biociências, Meio Ambiente e Humanidades da Uninter, exemplifica como é a experiência do aluno. “Para compreender melhor podemos utilizar o coração para explicar. Imagine observar o coração batendo como se estivesse no corpo, poder retirar camadas e observar as válvulas cardíacas realizando seu papel, abrindo e fechando, o músculo realizando os movimentos de sístole e diástole. Ampliar estas estruturas para que você possa ver como se estivesse dentro do órgão funcionando. Isso auxilia muito nas aulas”.

Atualmente, devido aos cuidados com a pandemia da covid-19, somente o professor responsável pela disciplina utiliza o óculos de realidade virtual, entretanto, tudo o que é visto pode ser projetado pelo equipamento multimídia presente no laboratório de anatomia. “Assim que passarmos por esse período, os alunos poderão ter essa vivência ainda mais de perto. A realidade virtual nos coloca na vanguarda do ensino do terceiro milênio”, afirma Silva.