Cultura Últimas

Bate-papo entre artista e curador marca reta final da individual de Carlos Garaicoa no EspaçCultural Porto Seguro

A exposição Carlos Garaicoa: Ser Urbano, em cartaz no Espaço Cultural Porto Seguro até 6 de maio, apresenta uma conversa entre o artista e João Fernandes, curador do Museu Reina Sofia (Madrid), com o objetivo de explorar temas como processos artísticos e caminhos globais de circulação dos trabalhos. O encontro acontece no sábado, 14 de abril, das 16h às 18h. A inscrição é gratuita e feita pelo site da Sympla (www.sympla.com.br/uma-sinfonia-da-cidade-com-carlos-garaicoa-e-joao-fernandes__269728).
Na ocasião, João Fernandes e Carlos Garaicoa, que vêm para o Brasil especialmente para esse encontro, debatem as expressões dessa dimensão sinfônica da cidade presente na obra do artista cubano. Entre os trabalhos que serão comentados, destaque para “Partitura”, uma composição musical com instrumentos de corda, sopro, percussão e cantores, orquestrados por um compositor, que reflete uma paisagem sonora das cidades e encontro dos sons imprevisíveis da urbe.
Carlos Garaicoa é nascido em Havana em 1967. Trabalhou como desenhista no exército, produzindo mapas, técnica que foi empregadas em sua produção artística, iniciada aos 22 anos, quando ingressou no Instituto Superior de Arte. Em suas obras, reflete sobre os usos da cidade e as possibilidades de construir alternativas aos modelos hegemônicos.
João Fernandes é vice-diretor e curador principal do Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia (Madrid). Foi diretor do Museu de Arte Contemporânea de Serralves. Trabalhou como curador independente, período em que organizou três edições do Festival de Arte Contemporânea do Porto e fez a curadoria de várias exposições em Portugal, Espanha e França. Foi o curador das representações de Portugal na 1ª Bienal de Arte de Joanesburgo (1995), na 24ª Bienal de São Paulo (1998), e na 50ª Bienal de Veneza (2003), em colaboração com Vicente Todolí.
 

Serviço

Carlos Garaicoa: ser urbano
Abertura: 6 de fevereiro, a partir das 19h
Período expositivo: de 7 de fevereiro a 6 de maio
Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 10h às 19h; domingos e feriados, das 10h às 17h
Entrada gratuita

Bate-Papo: Carlos Garaicoa e João Fernandes
14 de abril, das 16h às 18h
Inscrições: www.sympla.com.br/uma-sinfonia-da-cidade-com-carlos-garaicoa-e-joao-fernandes__269728
Entrada gratuita

Espaço Cultural Porto Seguro
Alameda Barão de Piracicaba, 610
Campos Elíseos – São Paulo
(11) 3226-7361

Capacidade: 305 pessoas

Acessibilidade:
O edifício é acessível para pessoas com mobilidade reduzida. A exposição oferece atendimento especial na visitação com mediadores bilíngues em inglês, espanhol e libras mediante agendamento prévio.

Estacionamento:
Alameda Barão de Piracicaba, 634 (sede Porto Seguro)
De Segunda a sexta-feira até 1h30 gratuito (1ª, 2ª e 3ª hora adicional R$ 10,00 a hora. A partir da 4ª hora adicional, R$ 5,00 a hora). A partir das 17h30 e aos sábados, domingos e feriados – R$ 20,00 (preço único).

Serviço de vans:
O Complexo Cultural Porto Seguro oferece vans gratuitas da Estação Luz até as dependências do Teatro Porto Seguro e do Espaço Cultural Porto Seguro. Na Estação da Luz, o ponto de encontro das vans é na saída Rua José Paulino / Praça da Luz / Pinacoteca, em frente ao Parque Jardim da Luz. Há instrutores no local para orientar o embarque. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (11) 3226-7361.

Horário de funcionamento do serviço de vans:
Terça a sábado das 9h à 0h. Domingo das 9h às 22h.

Gemma Restaurante:
Aberto todos os dias: segunda, das 12h às 15h; terça, das 10h às 17h; quarta a sexta, das 10h às 21h; sábado, das 11h às 18h; domingo, das 11h às 16h.

Site http://espacoculturalportoseguro.com.br
Facebook http://facebook.com/EspacoCulturalPortoSeguro
Instagram @EspacoCulturalPortoSeguro