Mundo Empresarial Novidades

Casais que trabalham juntos: será que dá certo?

Um estudo sobre casais feito pela Universidade do Estado de Utah em parceria com a Universidade Baylor, mostrou que o índice de felicidade e satisfação profissional de casais que trabalham na mesma empresa é duas vezes maior quando comparado ao de casais que não convivem no mesmo ambiente profissional.

Para mostrar o sucesso dessa parceria, selecionamos algumas empresas que incentivam que casais trabalhem juntos e depoimentos que mostram que o modelo funciona em empresas de diversos segmentos. Confira!

Trabalho remoto X Vida a dois

Lançada em novembro de 2017, a Ignus tem como foco a transformação digital dos seus clientes. A empresa atua totalmente remota, o que permite que os colaboradores trabalhem em qualquer lugar do mundo. Segundo Marcílio Júnior, Mobile Tech Lead da Ignus, trabalhar com sua esposa propicia uma aproximação que poucos casais têm. “Sempre fui um apaixonado pelo meu trabalho e poder fazer isso ao lado dela em qualquer lugar só faz com que o trabalho fique mais prazeroso”, comenta.

Já para Carolina Cota, Analista Financeira da empresa, um dos benefícios é o brandstorm diário. “Poder compartilhar sucessos, angústias e sentimentos, além de ter a oportunidade de pensar juntos em soluções e melhorias é um desafio bem interessante”, explica.

“É um benefício que contribui e conserva a nossa relação, propicia um entendimento da realidade fora do ambiente de casa e oferece a oportunidade de comemorar juntos os triunfos”, finaliza Josielle Vaz, Analista Administrativa da Ignus.

Inspiração para continuar

Tornar o aprendizado divertido! Esse sempre foi o sonho do Samir Iásbeck, CEO da Qranio, plataforma mobile de aprendizagem que usa a gamificação para recompensar os usuários e estimulá-los a se envolver com conteúdos educacionais em todos os momentos. Nessa caminhada ele percebeu que não conseguiria o sucesso almejado se estivesse sozinho. Thelma Valverde, sua esposa, foi sua grande inspiração e teve uma mentoria importante para ele não desistisse do que mais sonhava.

“Alguns dizem ser impossível trabalhar juntos, porém acredito que se for realmente um casal, esse será mais um momento de estar ao lado do seu amor e uma oportunidade de tornar o ambiente de trabalho mais prazeroso”, conta Samir. “O que é legal em toda essa história, é que construímos a realização profissional dos dois, um pelo outro. Isso é amor”, complementa Thelma.

A Qranio foi fundada em 2011, mas Thelma só começou a trabalhar com Samir em 2014. Ela assumiu a empresa de software do marido, a eMiolo, e ele ficou focado na plataforma de gamificação. “Desde então trabalhamos juntos no mesmo escritório. Viajamos juntos, visitamos clientes e contribuímos para diversos projetos. Além disso, ela continua como minha principal mentora na Qranio”, diz o CEO.