Mundo Empresarial Novidades

Descubra o melhor momento de trocar de carro

Trocar de carro é uma resolução de ano novo muito comum. Ao mesmo tempo essa também é uma decisão que requer uma boa análise dos melhores modelos, custos e benefícios. Mas como saber o momento ideal para trocar de automóvel? A Volanty, plataforma que conecta vendedores e compradores de seminovos, dá algumas dicas de como decidir a hora de procurar um modelo novo e colocar o antigo à venda.

A dúvida na hora de trocar de carro é sempre mais comum quando se trata de seminovos. Por isso Maurício Feldman, sócio-fundador da plataforma, explica que o primeiro fator que deve ser levado em consideração para a troca do carro é o custo de manutenção, uma vez que um carro mais novo tem um custo de manutenção menor. “Para saber se está na hora de trocar de veículo, é preciso fazer as contas. Se a conta anual da oficina estiver superando em 10% o valor de tabela do carro, significa que há prejuízo”, explica.

Outro destaque é a atenção às revisões periódicas. Normalmente, as de 50 e 60 mil quilômetros quando o dono do carro precisa trocar itens como correia dentada, pneus e amortecedores são as mais caras.

Na Volanty, os automóveis selecionados seguem o critério de ter menos de 100.000 km ou são modelos de anos posteriores a 2011, o que garante maior confiança para os compradores de que a manutenção terá um custo menor e a desvalorização não será tão rápida.

Um ponto que também vale a pena prestar atenção é o financiamento do automóvel. A taxa de juros praticada pelo mercado varia muito ao longo do tempo. E, provavelmente enquanto um contrato é pago, pode ser que haja uma redução para novos financiamentos. Neste caso, vale fazer as contas. Se houver uma redução de taxas significativa e a diferença for pequena, ou igual, vale a pena fazer a troca.

Maurício também explica que a atualização dos modelos novos pode influenciar no valor dos automóveis de anos anteriores. “O ciclo de vida de um modelo de carro é de cerca de 5 anos sem sofrer atualizações significativas. Esse número pode variar de acordo com o veículo e com a marca. Quando há uma grande mudança no modelo ele logo perde valor no mercado de usados. Portanto, é bom ficar atento às notícias do mercado automotivo. Ao menor sinal de novidades na linha, é melhor se prevenir e negociar o carro, antes que ele se desvalorize em excesso”, destaca.

Outros itens que devem ser levados em consideração nesse momento é o seguro e o IPVA. Embora o imposto fique mais barato a cada ano, por outro lado o seguro acaba aumentando de preço. Na hora de trocar o veículo, é importante prestar atenção se este não é muito visado e prever no orçamento um gasto a mais com os tributos.

Durante a avaliação da Volanty, mais de 150 itens são analisados e os carros são fotografados para anúncios em diversas plataformas de venda de automóveis. Após o anúncio, a empresa toma conta de todo o processo de compra e venda, o que oferece grande praticidade e segurança para os dois lados do negócio.