Mundo Pet

DogHero amplia oferta do serviço de passeios em Curitiba

Atividade física agora pode ser solicitada nas modalidades avulso e on-demand

Um mês após lançar o serviço de passeadores em Curitiba, a DogHero, aplicativo que conecta pais de cães a passeadores e anfitriões que hospedam o cachorro em casa, expande o portfólio da atividade e passa a ofertar o serviço nas modalidades avulso e on-demand. Na primeira, o usuário pode pedir um único passeio e agendar para o melhor dia e horário. Já na segunda, o cliente pede o passeio e o passeador mais próximo vai até a casa dele o mais rápido possível.

A novidade é uma ótima opção para quem não tempo para levar o cãozinho para passear com a frequência e a atenção que ele merece e precisa de flexibilidade de dias e horários. O funcionamento do serviço é bastante simples: o cliente baixa o aplicativo, coloca o endereço e informações sobre o cachorro (como porte, raça e idade), explica como é o comportamento dele e escolhe a modalidade de passeio que deseja contratar.

Os passeios, com duração 30 minutos ou 1 hora, custam a partir de R$ 25. Quem compra um pacote de créditos tem desconto de até 20% — e o pagamento é feito pelo aplicativo via cartão de crédito. O cliente é avisado pelo app quando o passeio começa e pode acompanhar o trajeto em tempo real. Além disso, a atenção é exclusiva — o passeador caminha com um cachorro por vez (ou com dois, se forem da mesma família).

Caso o cachorro tenha algum mal-estar durante o passeio, a empresa reembolsa eventuais gastos com veterinário, exames e medicamentos em até R$ 5 mil. O serviço de passeios da DogHero começou a funcionar em 2018 nas capitais São Paulo e Rio de Janeiro, além das cidades de Osasco, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. Até o momento, já foram realizados mais de 14 mil passeios.

Por que é importante passear com o cãozinho?

Sabe-se que atividade física feita com regularidade reduz a ansiedade do cachorro e, com isso, diversos problemas de comportamento, como o hábito de destruir objetos e latir em excesso. Além disso, ajuda o animal a se dar melhor com outros cães e pessoas. Isso acontece porque os ancestrais dos cachorros viviam em vida livre. Eles podiam andar, correr e caçavam para se alimentar. Conforme ele foi sendo domesticado, o nível de atividade física diminuiu drasticamente. “O passeio é uma maneira muito legal de melhorar a saúde e a qualidade de vida do cachorrinho”, afirma Fernando Gadotti, cofundador da DogHero. “A vida corrida dos pais prejudica a frequência dos passeios e é aí que a figura do passeador entra como solução”, acrescenta.

“Ser pai de cachorro é uma delícia, mas dá trabalho: a DogHero existe para ajudar essas famílias”, diz Eduardo Baer, cofundador da empresa. “Levar a qualidade e o carinho que são nossas marcas registradas na hospedagem para outros serviços, como passeios, é um pedido antigo dos nossos clientes. Há quatro anos revolucionamos o conceito de hospedagem de pets e agora estamos muito felizes por fazer o mesmo por passeios.”