Bem Estar Saúde

Domingo tem etapa de corrida infantil no Parque Barigui

Iniciativa tem patrocínio da Clinipam, que estimula crianças a praticarem exercícios físicos para combater a obesidade das crianças e adolescentes

A 1ª Etapa do Circuito Infantil de Corridas de Curitiba – Corrida Clinipam será no dia 14 de abril. O evento é aberto para crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos. A ação é realizada pela Prefeitura de Curitiba, com o patrocínio da Clinipam, para comemorar o mês mundial da saúde, celebrado em abril.

O Circuito Infantil de Corrida de Rua tem como objetivo estimular a prática da atividade física e favorecer o intercâmbio esportivo e social e é aberta a toda comunidade. O evento é gratuito e acontece no Parque Barigui, em frente ao Restaurante Maggiore, a partir das 8 horas. Todos os competidores vão receber medalhas e os vencedores, de cada categoria, vão subir no pódium.

Na ocasião, haverá arrecadação de tênis em bom estado para serem doados a crianças carentes atendidas pela FAS. Para as crianças de 6 a 8 anos a competição será festiva e as inscrições serão feitas no local. 

A Clinipam investe em ações como a corrida para estimular as crianças a mudarem os hábitos, numa tentativa de atenuar o quadro de obesidade infanto-juvenil, que avança pelo mundo. Na opinião de Arnaldo Cassilha, médico da Clinipam, a inclusão de atividades físicas na rotina de crianças e adolescentes é essencial para a promoção da saúde. “A falta de exercícios e de uma alimentação equilibrada são os principais fatores que levam ao sobrepeso. O cenário se agrava pelo estilo de vida moderno: com ampla oferta de produtos hipercalóricos nas prateleiras de supermercados e pelo sedentarismo. As brincadeiras ao ar livre, nas praças, que gastavam energia, foram substituídas pelo vídeo game e televisão”, argumenta Cassilha.

Epidemia

A epidemia de obesidade que avança pelo mundo começa bem antes do que se imaginava. Num estudo epidemiológico sobre o tema, realizado em 2017, pesquisadores liderados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Imperial College de Londres descobriram que o percentual de crianças e adolescentes obesos aumentou oito vezes em quatro décadas.

A OMS coletou dados de 31,5 milhões de pessoas na faixa etária de 5 a 19 anos com ajuda de mais de mil colaboradores de 200 países. Com um histórico começando em 1975, os pesquisadores avaliaram, ano a ano, a evolução do ganho de peso. Há quatro décadas, as curvas jamais deixaram de ascender, em todo o globo. Desde a década de 2000, os países desenvolvidos, incluindo os Estados Unidos, começaram a reduzir o ritmo de crescimento, embora a incidência da obesidade entre jovens continue aumentando. Ao mesmo tempo, na América Latina, o problema ainda está muito acelerado.

Aqui no Brasil os dados também são alarmantes. Nas últimas quatro décadas, o número de crianças e adolescentes de até 17 anos com sobrepeso aumentou em 10 vezes. O Ministério da Saúde aponta que a obesidade atinge 13% dos meninos e 10% das meninas nesta faixa etária. “Tivemos crescimento de 289% de obesidade infantil nos últimos 20 anos no Brasil. O contexto atual é grave e preocupante”, sinaliza Cintia Dilay, gerente do Centro de Qualidade de Vida (CQV) da Clinipam.

O CQV é uma unidade da Clinipam especializada na prevenção e tratamento de doenças crônicas, como a obesidade. Foram criados dois programas específicos sobre o tema: o SOS Balança (adultos) e o Mova-se (Infantil).

Com duração de quatro meses, o Mova-se atende pacientes de 6 a 16 anos com sobrepeso ou obesidade.  Uma equipe multidisciplinar formada por médicos, educadores físicos, psicólogos e nutricionistas faz o acompanhamento individual das crianças e promove encontros em grupo, sempre com a participação dos pais. É uma maneira de envolver toda a família no processo de perda de peso e manutenção do estilo de vida saudável. 

A primeira edição do Mova-se atendeu 35 crianças. Os resultados foram positivos: 63% dos pacientes tiveram mudanças significativas na alimentação e 68% iniciaram alguma atividade física durante o programa. A gerente do Centro de Qualidade de Vida da Clinipam comemora: “ao todo também foram eliminados 33 quilos. A perda de peso é uma consequência natural das ações do Mova-se. O nosso foco principal é promover mudanças positivas na vida das famílias, de forma integrada e humanizada”, diz Cintia.