Bon Vivant Novidades

Embracon e Voetur firmam parceria e lançam o Viaja Brasil Consórcios

Novo produto ganha formato a partir da expertise das empresas já consolidadas em seus mercados de atuação

O modelo de consórcios – bastante difundido no mercado de imóveis, automóveis, motos e de serviços -, chega também ao turismo. A partir de agora, o consumidor pode programar a viagem dos sonhos com o Viaja Brasil Consórcios, criado pela Voetur, empresa de turismo de Brasília, e administrado pela Embracon, uma das principais administradoras independentes de consórcio do país. A parceria, que foi coordenada pela Albano Soluções, tem o objetivo de permitir mais acesso ao turismo.

O Viaja Brasil Consórcios será apresentado em detalhes pela Voetur durante o evento Abav Collab 2020, de 27 de setembro a 02 de outubro, quando acontece a divulgação oficial a todos os agentes de viagem. Para contratar o novo produto, a aprovação da linha de crédito na plataforma da Embracon acontece em 18 segundos e, caso o contratante não seja aprovado, ele poderá fechar negócio por meio de um avalista no mercado de contemplação.

Segundo o diretor de parcerias da Embracon, Rogério Pereira, a iniciativa vai permitir melhor planejamento e custos menores. “Com a pandemia do coronavírus, muitos brasileiros precisaram adiar suas viagens ou escolher opções mais acessíveis, portanto, o Viaja Brasil Consórcios será uma alternativa para o planejamento com economia. Isso sem contar com o benefício para os agentes de viagens, que poderão aumentar a receita e ainda ter suporte, acesso a ferramentas e treinamentos disponibilizados pelo time da Embracon”, explica o diretor.

Com planos de 20, 30 e 40 meses para quitar as viagens, o Viaja Brasil Consórcios não cobrará juros nem valor de entrada. Quando o cliente for contemplado, a carta de crédito poderá ser utilizada para efetuar a compra de qualquer serviço oferecido por uma agência, tanto de viagens nacionais quanto internacionais. O valor mínimo da carta de crédito é de R$ 10 mil. Vale ressaltar que o cliente adquire uma carta de crédito, permitindo flexibilidade para mudança de planos quanto ao que havia programado, lembrando, apenas, que todo o valor deve ser destinado para a agência de viagens onde contratou o consórcio.

O diretor da Voetur, Humberto Cançado, prevê vantagens para todos os envolvidos, especialmente o consumidor. “Para a pessoa que deseja viajar com a família, mas se depara com um valor mais alto do que pode pagar, devido à crise que vivemos, essa é a oportunidade. Pagar mais de R$ 20 mil em 12 vezes pode pesar muito no bolso do cliente, mas, em 40 parcelas, é muito mais viável”, explica o executivo.