Doutor Carreira Mundo Empresarial

Empreendedorismo na melhor idade

De acordo com a teoria dos setênios, do pesquisador Rudolf Steiner, o ser humano apresenta novas necessidades a cada 7 anos de vida.

No primeiro setênio, que vai do nascimento até os 7 anos, o ser humano está em fase de aprendizagem, portanto, seu foco está em aprender a falar, andar, interagir, brincar e construir relações de amor com seus pais ou tutores.

O segundo setênio vai dos 7 aos 14 anos – nesta fase, a criança aumenta seu limite social e, além da família, tem novos amigos e começa seu ciclo escolar, portanto, seu foco está nas relações sociais fora de casa.

O terceiro setêncio, que vai dos 14 aos 21 anos, tem como foco os vínculos de turmas, ou como chamam hoje as tribos, e começa a busca por alguém para relacionamento amoroso e a separação social da família.

O quarto setênio vai dos 21 aos 28 anos, o quinto dos 28 aos 35, o sexto dos 35 aos 42, o sétimo dos 42 aos 49, o oitavo dos 49 aos 56 e o nono vai dos 56 aos 63 anos.

A maturidade mental de um ser humano se dá após o sétimo setênio, justamente quando sua produtividade está em alta com máxima qualidade, pois entre o quarto e o sétimo setênio, o ser humano é fortemente influenciado pelas cobranças hormonais de construir família e acumular patrimônio material.

A melhor idade está a partir do sétimo setênio, ou seja, cedo para parar de produzir trabalho, porém, o mercado de trabalho está afunilado apenas para as pessoas entre 25 e 55 anos de idade. O que fazer, então?

Empreender, afinal, maturidade e experiência ajudam (muito) na hora de abrir um pequeno negócio sem a ansiedade da juventude…

Para as pessoas da melhor idade, recomendo o empreendedorismo voltado, principalmente, à área do conhecimento, alimentação, arte, música e jardinagem.

Como dica pra você que está pensando em uma nova atividade, pense naquilo que sempre te deu prazer em fazer como hobby e que agora pode ser transformado em atividade profissional remunerada.

Conheço muitos homens e mulheres que ensinam em treinamentos a cuidar de orquídeas, fazer tricô, bordado, artesanato, conserto de eletrodomésticos, jardinagem, mecânica de automóveis, costura, cuidados com piscinas ou organização de eventos culinários, por exemplo, com sucesso! Há, ainda, a possibilidade de empreender como cuidador de idosos para pessoas de setênios ainda mais avançados, passeador de cães e até motorista ou professor particulares de reforço escolar.

Há, também, a possibilidade de trabalhar com micro franquia, ou micro licenciamentos de representação comercial, e as opções não param por aí – tem algumas pessoas mais maduras trabalhando com fretes por meio de aplicativos de celular…

Estamos no momento de usarmos nossa geração mais madura para ensinar os mais jovens tudo aquilo que a escola da vida nos ensinou e nos condecorou com honras e glórias.

E lembre-se de grandes empresas como Nestlé, Coca Cola e MC Donald’s que foram criadas por empreendedores após os 50 anos de idade…

Vamos lá, você ainda tem muito a oferecer, e muitas pessoas precisam de você!