Mundo Pet Novidades

Escovar os dentes do seu bichinho de estimação pode evitar doenças graves

Cuidar da higiene pessoal é uma tarefa diária para os seres humanos. Porém, os cuidados com a limpeza, principalmente da região bucal, não são exclusividade da nossa espécie. Pelo menos, não deveriam ser. Segundo Flavia Engles, proprietária da Riviera dos Cães, escovar os dentes do seu bichinho de estimação deve ser uma atividade rotineira. “O ideal é que a escovação dental seja feita diariamente, para evitar a formação da placa bacteriana. A frequência de uma vez por semana é muito baixa”, afirma.

Assim como nos humanos, a falta de atenção na hora da limpeza pode ocasionar doenças sérias. “O excesso de tártaro pode gerar uma bacteremia sanguínea, por exemplo, que ocasionará a colonização de órgãos por bactérias. A partir disso, é comum que essas bactérias da boca passem a colonizarem as válvulas do coração. Com isso, o cão começar a desenvolver insuficiência cardíaca em decorrência da falta de higiene”, conta.

Apesar de algumas semelhanças, a limpeza bucal dos cachorros deve ser feita de maneira diferente da nossa. Na verdade, existem produtos especiais para cada tipo de animal. “O correto é utilizar a pasta de dente feita especialmente para cães ou gatos, pois os fabricantes consideram que os animais irão engoli-la”, conta. O dono também pode fazer uso de outros acessórios que ajudam na higienização diária. “O que ajuda são produtos que, com a mastigação dos cães, fazem o debridamento do dente. Isso auxilia na retirada da placa bacteriana e do tártaro”, afirma Flávia.

 

A tarefa mais difícil pode ser acostumar o seu companheiro com todo esse cuidado. A solução, porém, é mais simples do que parece. “O segredo é ensinar o cão desde pequeno que tem que fazer a limpeza. Sempre após esse momento, é importante agradá-lo com alguma brincadeira ou petisco, para ele associar a escovação com algo prazeroso”, conta.

 

(Por Miguel Mello)