Cultura Morar Bem

Galeria 31 apresenta nova exposição de arte em parceria com as galerias SIM e Simões de Assis e LinBrasil

O espaço contemplado pela arquitetura de Arthur Casas une, mais uma vez, diversas mentes criativas realizadoras do impensável dentro de uma das casas suspensas do ÍCARO Jardins do Graciosa.

A partir deste mês, a Galeria 31 – espaço de arte, cultura, design e inovação de 549 m² que funciona dentro do apartamento modelo do ÍCARO Jardins do Graciosa, residencial de luxo da incorporadora AG7 com assinatura do arquiteto Arthur Casas, está com uma nova exposição de arte em parceria com as galerias SIM e Simões de Assis e LinBrasil, licenciada da linha Clássica de Sergio Rodrigues no Brasil e no mundo. Denominada “Panorama – as vistas da arte contemporânea”, a exposição apresenta um breve relato da produção recente de artistas brasileiros, ou com laços estreitos com o país, nascidos em diferentes gerações, a partir do acervo das Galerias SIM e Simões de Assis.

As obras demonstram a pluralidade de linguagens e investigações da arte contemporânea nacional nos últimos vinte anos, além de propor um olhar sobre a multiplicidade de vozes que entoam a produção contemporânea nas artes visuais. “Ao compreendermos o universo da arte como propositor e não provedor de respostas, concluímos que a arte é, afinal, o espaço fundamental para ampliarmos o campo do possível”, comenta Guilherme Simões de Assis, galerista da SIM Galeria. Segundo o CEO da AG7, Alfredo Gulin Neto, o ÍCARO Jardins do Graciosa já é um marco para o Brasil e para o mundo e esse manifesto de cultura, arte e design convocam a todos para um novo tipo de comportamento e estilo de viver. “A exposição com as galerias SIM e Simões de Assis oferece experiências exclusivas unindo o que há de melhor nas artes, na arquitetura e no design em Curitiba”. 

Entre os nomes da nova exposição, estão Ascânio MMM (1941) que há mais de cinco décadas investiga a relação entre escultura, arquitetura e matemática, na obra Quasos 5 (2014), onde a torção e flexão do alumínio desconstroem a malha geométrica que salta da parede; Abraham Palatinik (1928) que investiga a percepção do espaço pictórico junto a sua longeva curiosidade pelo estudo da cinética e da luz, responsáveis pelo efeito óptico de suas telas e construções; e Marina Weffort (1978) com suas malhas leves tecidas e sustentadas por poucos pares de alfinetes, onde o movimento se torna seu protagonista.

Do outro lado, está o paulista Marcelo Moscheta com suas instalações que reúnem objetos e imagens de lugares familiares e remotos, na tentativa de apreender um pouco mais sobre os desenhos da própria natureza ou da ação humana sobre ela. Paisagens improváveis são propostas também por Julia Kater que, a partir de colagens e sobreposições, sugerem o convívio da memória com o esquecimento e uma intangível reconstrução. 

Outro nome presente na exposição é o arquiteto paranaense Lucas Bond, à frente da criação e desenvolvimento de produtos da Decormade. Na Galeria 31, a peça exposta é o “Banco Marina”, lançado durante a mostra Brazil S/A na Design Week de Milão em 2017. 

A exposição poderá ser visitada com horário marcado por meio de agendamento com a incorporadora AG7, pelo telefone (41) 3128-8203, ou com a SIM Galeria, por meio do contato (41) 3322-1818. A Galeria 31 está localizada na Rua Ver. García Rodrigues Velho, 70, no bairro Cabral.

Artistas da Galeria 31 | Exposição “Panorama – as vistas da arte contemporânea”:
Abraham Palatnik; Ascânio Mmm; Andre de Azevedo Marques; André Nacli; Célia Euvaldo; Cícero Dias; Eliane Prolik; Gonçalo Ivo; Isidro Blasco; Julia Kater; Juliana Stein; José Bechara; Marina Weffort; Marcelo Moscheta; Paolo Ridolfi; Ricardo Alcaide; e Rodrigo Bivar.