Mundo Empresarial

Mulheres empreendedoras: o que fazer para prosperar?

*Por Clemilda Thomé

Vocês sabiam que, segundo dados da Rede de Mulheres Empreendedoras, o número de mulheres à frente do próprio negócio cresceu 40% em 2020? Isso mostra o quanto somos polivalentes e resilientes por natureza.

Durante a pandemia, vimos que muitas empresas fecharam as portas devido ao isolamento social, fazendo com que muitas chefes de família fossem as principais vítimas das demissões e suspensões temporárias de contrato. Em contrapartida, mesmo com essa situação, observamos que o número de mulheres que resolveram empreender, cresceu. Em 2020, as brasileiras fizeram do problema uma oportunidade, ou seja, transformaram um limão em uma limonada

Empreender já não é tarefa fácil para ninguém, mas, infelizmente a realidade nos diz que para as mulheres o caminho é ainda mais árduo, já que vivemos num cenário em que a maior parte dos cargos de alto escalão ainda são ocupados por homens. Além disso, existe uma triste desconfiança de que a mulher, por se dedicar a tantas jornadas – trabalho, família, casa e estudos – não consiga assumir grandes responsabilidades.

Ora bolas! Vou contar aqui uma história: em 1992, meu ex-marido e eu abrimos, com muito sacrifício, a NEODENT uma empresa de implantes dentários. Passei a cuidar da área comercial da empresa, mas para mim não bastava vender, eu queria entender o que vendia, logo, fui estudar odontologia. E a jornada tripla, apesar de cansativa, não me desanimava, pelo contrário, eu via a empresa crescer e isso me dava ainda mais força para continuar. Com apenas 15 anos a empresa tornou-se líder nacional em seu segmento e eu me tornei mãe de dois filhos, esposa, empresária e estudante e, aos 42 anos me graduei em odontologia. Então, posso dizer com a convicção de quem sabe o quão duro é o dia a dia de uma mulher, que nós somos fortes e que nós somos altamente capazes de gerenciar um negócio, não importa o tamanho.

O que fazer para prosperar?

Primeiramente, devemos ficar de olho nas tendências de mercado, considerando que, a cada ano que passa, mais pessoas decidem deixar de lado seu trabalho como empregado e passar a ser empregador. Com isso, é preciso estar atento às novidades para garantir lugar de destaque para seu negócio.

E para ficar de olho nas tendências, é preciso conhecer o mercado em que você está entrando. Avalie forças e fraquezas da sua empresa, ameaças e oportunidades do setor. Dessa forma, é possível encontrar a melhor maneira de abordagem e melhores alternativas para o seu negócio.

Um excelente business plan é essencial para uma jornada de sucesso. Cercar-se de pessoas competentes e de confiança é outro passo importante, porque não somos uma ilha, não detemos todos os conhecimentos, e um time de profissionais engajados é essencial para um negócio fluir.

As tecnologias também são mandatórias para você que decide empreender, pois uma vez que um negócio está na internet, ele está disponível para um maior número de pessoas, fazendo com que seu produto esteja cada vez mais visível, conquistando cada vez mais clientes e espaço no mercado. Além disso, com um cenário cada vez mais online, a experiência de um bom atendimento virtual, com agilidade e praticidade é fundamental para cativar clientes.

E não se esqueça: é preciso ter foco e determinação, para alcançar seus resultados da melhor forma possível; inovação, para ganhar lugar de destaque perante seus concorrentes e coragem para arriscar e começar um novo rumo na sua carreira profissional.

Ser mulher e assumir o risco de empreender é se empoderar e servir de inspiração para quem ainda tem receio de se aventurar no mundo do empreendedorismo. Quanto mais mulheres tivermos em cargos de liderança ou à frente de negócios, mais essa realidade de enxergar e respeitar apenas homens, se desfaz, a fim de diminuir a desigualdade de gênero.