Mundo Pet Últimas

O verão está chegando! Como cuidar do jeito certo do seu pet para que ele aproveite ao máximo a estação?


Por Juliana Aisawa

O Verão, estação mais quente do ano está chegando, e apesar de ser uma estação feliz, que nos inspira a fazer atividades ao ar livre e aproveitar o dia, precisamos de cuidados para não ter nenhum tipo de problema.

Se nós seres humanos já sofremos com altas temperaturas, nossos queridos bichinhos de estimação sofrem ainda mais. A exposição à radição do sol, entre outros perigos, é bem maior, e se não tomarmos cuidado, as consequências podem ser graves.

Os problemas causados pelas altas temperaturas são variados, e os cuidados são simples. Basta ter muita atenção à rotina do seu amigo.

Bebeu água? Tá com sede?

O seu bichinho não vai responder a essas perguntas, mas é preciso ter consciência de que é muito fácil a desidratação nessa época. Por isso, é essencial que o tutor forneça muita água fresca. Há situações em que o pet resiste com frequência a beber água. Nesses casos, leve-o para passear e correr. Colocá-lo em movimento pode aumentar a sede e estimular o consumo de água.

Há também outras alternativas (talvez mais divertidas) para hidratar seu animal de estimação em dias de muito calor, como os cubos de gelo que distraem e dão a hidratação necessária ao pet. Para os cães, pode ser oferecido também água de coco.

Quais as complicações mais comuns dessa época?

As doenças que mais incidem são as dermatites, geralmente provocadas por ectoparasitas, como as pulgas e carrapatos. Para reduzir as chances de contato, é bom evitar levar o seu pet aonde tenha uma aglomeração de outros animais. Caso seja inevitável, fique atento, e se necessário, aplique remédio anti-pulgas e o leve no veterinário.

Outras complicações que podem aparecer são as dermatites fúngicas e/ou bacterianas. Mantenha o seu amiguinho seco, em especial os de pelos mais longos, com muita atenção à região das orelhas para evitar a proliferação de fungos e bactérias.

A hipertermia é o aumento excessivo da temperatura do bichinho. É preciso muita atenção do tutor para não esquecer o pet dentro do carro. Manter o animal preso em um ambiente quente, sem água fresca, pode ser fatal.

As queimaduras podem ser causadas pela exposição excessiva do animal ao sol, ou pelo contato direto ao asfalto muito quente. Escolha horários mais frescos para passear com o seu bichinho. Para aqueles animais com a pelagem mais clara e pele mais rosada, o uso de protetor solar é essencial. O passeio precisa ser divertido para todos!

Observe sempre o comportamento de seu amigo! Se o seu pet parece exausto, apático, aparenta desequilíbrio, vomita ou puxa a língua para fora constantemente ele pode estar apresentando um quadro de insolação. E o segredo é simples: hidrate, refresque sob uma sombra e aplique água fresca abundante na cabeça. Depois disso, leve-o ao veterinário.

Atenção à transpiração!

A transpiração nesses animais é bem diferente da nossa, pois suas glândulas, responsáveis pela produção de suor, são encontradas somente nas camadas mais profundas dos coxins (a parte debaixo das patinhas, revestida por uma pele mais grossa e resistente). Portanto, o resfriamento do corpo é feito através da respiração.

O tutor deve ficar atento a sinais como respiração muito ofegante, relutância em caminhar e mudança na coloração da língua. Cães de focinho curto devem ter o dobro de atenção!

Vamos a la playa?

Praias são ambientes divertidos e o seu pet vai adorar! Mas é preciso tomar alguns cuidados antes de expor o bichinho a esse tipo de ambiente. Devido a altas temperaturas e características de determinados lugares, é muito comum a alta incidência de mosquitos.

Mantenha a carteira de vacinação do seu pet sempre atualizada, e agende uma consulta com o veterinário e uma vermifugação antes de levá-lo à praia. Proteja-o com coleiras e repelentes específicos de mosquitos e carrapatos. E não se esqueça: hidrate-o sempre!!

Por fim: divirtam-se!

Deixar os pelos mais curtos ajuda no conforto térmico e evita o acúmulo de umidade. Escolha ambientes frescos para deixar o seu pet.

O seu melhor amigo com certeza vai aproveitar sua companhia nessa estação cheia de diversão. Proporcione o máximo de conforto a ele, como você gostaria de ser tratado!

*Juliana Aisawa – veterinária na Petland Conselheiro Vila Mariana, em São Paulo/SP