Bem Estar Saúde

Profissionais da área da saúde aliam inovação ao trabalho mesmo em cenário de crise

* Éber Feltrim

Por conta da COVID-19, boa parte dos profissionais desse setor diminuiu o fluxo de atendimento e com isso, o nosso trabalho tem sido ainda mais intenso, mesmo com o home office. Embora seja um momento difícil, é realmente o mais propício para se reinventar e melhorar processos em qualquer tipo de negócio.  Por isso, a nossa equipe está presente no Brasil todo prestando os mais diferentes serviços na área da saúde, desde a questão administrativa, financeira, gestão de pessoas e também o marketing, que são as nossas frentes de trabalho e que, especialmente nesse cenário, inspiram cuidados.

Costumo pensar que todos os cenários de crise, independentemente de qualquer setor, sejam econômicos, de saúde e até mesmo o familiar, trazem algum tipo de aprendizado. Com isso, é essencial ter a mente aberta para assimilar e usar isso como vantagem assim que possível. As crises têm sempre uma data de validade e uma solução, então usar esse tempo para absorver quaisquer elementos que possibilitem alguma melhora nos negócios é sempre muito positivo. O que não se pode fazer é permanecer parado e inerte a situação.

Ancorar essa dificuldade no poder público, ou no governo, pode tornar a situação ainda mais difícil. Esses órgãos tem sim responsabilidades, mas fazendo o que eles podem na medida do possível, nós precisamos acelerar os processos para que isso acabe o quanto antes.

Nessas interfaces, o que você pode fazer? Na área da saúde, os empresários (médicos, dentistas, clínicas ou laboratórios) que vinham trabalhando com um bom planejamento e fôlego financeiro, suportam por determinado período o recuo nos serviços, pois há sim retração financeira nesse setor. Para esses profissionais, há algumas alternativas, como teleconsultas para os médicos, que em alguns casos podem fazer esse tipo de procedimento.

Dentistas também podem fazer atendimentos de emergência, até mesmo porque uma pessoa com dores não pode esperar para lidar com essa situação. Já em consultoria, podemos seguir com o trabalho em casa, com uma boa internet e computadores funcionais. Quem trabalha com e-commerce e delivery, provavelmente está sentindo menos os efeitos da crise, então os meios digitais são de grande serventia nesse período.

Embora a SIS seja uma empresa focada na área da saúde, nós pensamos muito em ampliar para outros segmentos, um dos principais focos é o digital, em educação continuada e consultorias pontuais na área de finanças e gestão de pessoas, por exemplo. A pandemia acelerou esse projeto e já está tudo muito bem encaminhado, estamos olhando o cenário e buscando as oportunidades.

Apesar de ser um momento de desconforto e até mesmo insegurança, é hora de olhar para as coisas boas e usar esse período para crescer, e com uma expectativa positiva.