Cultura Últimas

Programação da 15ª edição da SP-Arte ganha força dentro do Pavilhão da Bienal e ocupa a cidade

Artistas tornam-se centro da agenda na SP-Arte 2019: “Meet the Artists” e Circuito Ateliês Abertos aproximam o público do processo criativo e das inspirações por trás das obras.
Semana em torno do Festival Internacional de Arte de São Paulo contará ainda com ciclo de debates com especialistas, lançamentos editoriais e intensa programação das galerias pela cidade.

Entre os dias 3 e 7 de abril, o Pavilhão da Bienal recebe a 15ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo. Neste ano, além de receber os mais influentes expositores de arte e design do País e do mundo, o evento reforça seu papel enquanto plataforma de fomento à cultura no Brasil. Por meio de intensa programação dentro e fora do Pavilhão, o Festival oferece possibilidades de conexão com os milhares de autores e trabalhos expostos ao longo dos dias.

Na semana da 15ª SP-Arte, atividades gratuitas, como visitas a estúdios de artistas e eventos em galerias pela cidade, antecedem e preparam a abertura do Festival. Dentro do edifício projetado por Oscar Niemeyer, ciclos de debates com artistas, visitas guiadas pelos estandes e lançamentos editoriais agitam a programação durante os cinco dias de evento.

Talks

Uma importante plataforma de reflexão em torno dos rumos e das diferentes narrativas da arte contemporânea. Assim será a próxima edição doTalks, ciclo de debates organizado pela SP-Arte, que conta com especialistas da área, incluindo curadores, diretores de instituições artísticas e pesquisadores. Em 2019, os encontros gratuitos acontecem nos dias 5, 6 e 7 de abril, no auditório do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP), ao lado do Pavilhão da Bienal.

Os antropólogos Hélio Menezes e Lilia Schwarcz, do time curatorial da exposição Histórias afro-atlânticas, do Masp, se unem a Diane Lime, curadora do Valongo Festival de Imagem, em 2018, para uma discussão em torno das novas narrativas curatoriais no Brasil, que vêm trazendo à luz artistas até então excluídos da história da arte canonizada e dando origem a projetos artísticos inovadores – desde portes menores até grandes exposições institucionalizadas.

A cena artística da América Latina também será um tema de destaque nas conversas, com discussões que levantam questionamentos e reflexões sobre a retomada da internacionalização da arte brasileira e latino-americana, além de análises acerca das perspectivas promissoras do mercado. Neste ponto, Alexia Tala, curadora chilena responsável pelo setor Solo da SP-Arte – focado em artistas do continente – mediará um encontro entrePaulo Miyada, curador do Instituto Tomie Ohtake e curador-adjunto da Bienal de São Paulo 2020, e José Esparza Chong Cuy, curador da exposiçãoJonathas de Andrade: One to One (MCA Chicago) e integrante do time curatorial da exposição Lina Bo Bardi: Habitat, a ser inaugurada em abril, no Masp.

Em uma conversa dedicada às inovações do mercado de arte, Carol Pino, representante do Artsy na América Latina, coloca o continente no foco central para discutir as potenciais transformações no setor daqui para frente, citando o ambiente digital como o principal aliado. Fernanda Feitosa, diretora da SP-Arte, também integra o painel ao comentar as estratégias digitais adotadas pela Feira.

A iniciativa privada no setor cultural, assim como a possibilidade de formatos inovadores para instituições de arte também são temas de mesas do Talks, e contam com a presença de Marcos Amaro, presidente da Fundação Marcos Amaro, Silvio Frota, diretor do Museu da Fotografia de Fortaleza, assim como Benjamin Seroussi e Fernanda Brenner, diretores da Casa do Povo e do Pivô, respectivamente. Josué Mattos, vencedor do Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça na categoria curadoria, e Clarissa Diniz, curadora que o acompanhou durante seu processo de pesquisa para a premiação, completam o time de convidados desta edição.

Confira a programação completa no site da SP-Arte.

Meet the Artists

Os dias 5 e 6 de abril, sexta-feira e sábado, o Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça promove, em parceria com a SP-Arte, o Meet the Artists, série de conversas que têm como intuito promover a troca de experiências com os artistas premiados da 6ª edição. Trata-se de uma oportunidade singular para a compreensão dos processos criativos por trás de trabalhos desenvolvidos ao longo de suas trajetórias. Os encontros acontecem em um espaço institucional do Prêmio Marcantonio Vilaça na SP-Arte, localizado no segundo andar do Pavilhão.

Para o ciclo de conversas, os vencedores convidam curadores que acompanharam o desenvolvimento de seus trabalhos para o Prêmio: Daniel Lannes, com Jailton MoreiraFernando Lindote, com Paulo HerkenhoffJaime Lauriano, com Moacir dos Anjos; e Pedro Motta, com Cauê Alves.

O espaço institucional do Prêmio Marcantonio Vilaça promove ainda um encontro com a artista Anna Bella Geiger, homenageada da vez no Projeto Arte e Indústria, realizado em paralelo ao Prêmio. O anúncio dos premiados da próxima edição também será realizado no espaço, que contará com obras de Geiger e uma exibição de vídeos sobre os artistas já contemplados pelo Prêmio.

Confira aqui a programação desse espaço na Feira.

Circuito Ateliês Abertos

Apresentado pela Stella Artois, o Circuito Ateliês Abertos acontece no sábado que antecede a 15ª SP-Arte, 30 de março. No dia, artistas das mais diversas áreas abrem seus espaços e convidam o público para um mergulho em seus universos particulares, colocando-o em contato com os bastidores da criação artística. A novidade da edição fica por conta da expansão da iniciativa realizada pelo Festival, que somará à ação, já tradicional na Vila Madalena, espaços do centro da cidade.

Entre os locais que estarão de portas abertas ao longo do dia, estão os estúdios de artistas renomados como avaf, Bruno Dunley, Pedro Caetano eSofia Borges, que estará paralelamente com exposição na Mendes Wood DM. O Atelier do Centro, núcleo de estudos de arte e pesquisas idealizado por Rubens Espírito Santo, e o Pivô, instituição dedicada à experimentação artística, instalada no edifício Copan, somam-se à programação do centro de São Paulo.

Na Vila Madalena, quatro espaços coletivos integram o Circuito, que pode ser feito a pé na região: Fonte, Projeto Fidalga, Hermes Artes Visuais eVão – Espaço Independente de Arte. O primeiro deles sediará o bate-papo “Ateliês abertos: conhecimentos compartilhados”, que contará com a participação de artistas que fazem uso desses locais de criação, a exemplo de Ivan Padovani (Vão), Carla Chaim (Hermes), Nino Cais (Fonte), Ding Musa (Fidalga). A conversa será mediada por Valquíria Prates, professora e pesquisadora de processos artístico-pedagógicos do Instituto de Artes da Unesp.

Confira aqui mais detalhes sobre a programação do Circuito Ateliês Abertos.

Gallery Night

Na segunda e terça-feira que antecedem a SP-Arte, dias 1º e 2 de abril, galerias e instituições culturais dão o pontapé no Festival ao participarem do Gallery Night – programação apresentada pela Stella Artois. Funcionando em horário estendido, das 17h às 21h, as galerias apresentam uma série de atividades gratuitas, entre aberturas de exposições, visitas guiadas, performances e festas.

No dia 1º de abril, as atividades se concentram nos bairros de Pinheiros e Vila Madalena. A Galeria Bolsa de Arte promove uma visita guiada comCarlos Vergara, artista que protagoniza a exposição Natureza Inventada. A Fortes D’Aloia & Gabrielabre a individual O alienistade Rivane Neuenschwander, e a artista Regina Parra recebe o público na Galeria Millan, em meio à mostra Bacantes. O Instituto Tomie Ohtake se soma à programação na região, apresentando diversas ex posições, entre elas Tomie Ohtake Brasa Rubor, com peças da artista que dá nome ao instituto – em um recorte que aborda sua capacidade geométrica. Já o espaço Viva Projects recebe a editora Ikrek, que comemora cinco anos de atuação com uma retrospectiva de suas publicações.

No dia 2, é a vez das galerias dos Jardins, Itaim Bibi e Vila Nova Conceição. A Mendes Wood DM, além de expor trabalhos de Sofia Borges, inaugura exposição do artista Antônio Obá – um dos destaques do estande da galeria na SP-Arte. A Galeria Superfície aposta em uma mostra sobre arte conceitual dos anos 1970, com trabalhos de Antonio Dias, Lygia Pape e Regina Silveira, entre outros. Na Mario Cohen, o artista Robério Braga faz uma visita guiada por sua exposição Ventos, luzes e tranças.

Já a Galeria Luisa Strina apresenta duas mostras simultâneas: Paisajes de Trabajo, individual do cubano Carlos Garaicoa, e uma coletiva com obras deCildo Meireles, Jimmie Durhan e Pedro Cabrita, artistas conceituais de renome internacional. A Bergamin e Gomide exibe ao público um documentário sobre o artista catalão Antoni Tàpies, em cartaz no espaço da galeria. E na Berenice Arvani, o curador João Spinelli recebe o público para uma visita guiada à mostra Liberdade e ousadia nos anos 60, de Tereza Nazar.

A poucos metros dos Jardins, a Cidade Matarazzo aproveita o movimento da cidade e abre a mostra Alma, individual de Cristiano Mascaro, com curadoria de Marc Pottier. O fotógrafo paulista apresenta uma série de registros do espaço, antigo hospital que em breve se tornará um grande complexo hoteleiro, comercial e residencial de luxo.

Confira aqui as galerias participantes do Gallery Night.

Visitas Guiadas

Com patrocínio da Vivo, as visitas guiadas são oferecidas gratuitamente ao público no interior do Pavilhão. Os roteiros temáticos, que apresentam diálogos entre artistas e obras de todos os setores da SP-Arte, são idealizados com autonomia e protagonismo por especialistas de áreas como a literatura, arquitetura, design e artes visuais: Ana Beatriz Almeida, Bianca Leite, Gustavo Colombini, Isabella Lenzi, Livia Debbané e Paola Fabresintegram o time desta edição.

Ao longo de todos os dias de Festival, os circuitos serão conduzidos pelos próprios especialistas e cruzarão temas distintos e urgentes como as relações entre arte e gênero, arte e política, aspectos da história da arte brasileira e internacional e o cruzamento das artes visuais com outras expressões.

As visitas terão partidas a cada 30 minutos, iniciando-se sempre às 14h até às 18h30. No domingo, as visitas seguem das 13h às 17h30. Para participar, os interessados deverão se inscrever presencialmente no Balcão de visitas guiadas, no segundo piso.

Confira aqui mais detalhes sobre as visitas guiadas gratuitas.

Lançamento de livros

Nos dias 4 a 6 de abril, o Lounge de Lançamentos irá concentrar lançamentos de publicações de artistas, curadores e pesquisadores das artes visuais.

Destaque para Capacete 20 anos – Comendo, bebendo, pensando, um compilado de textos e imagens de colaboradores que passaram pelo Capacete, espaço multidisciplinar carioca que promove residências, exposições e publicações sobre arte. O artista Amilcar Packer e o curadorAgnaldo Farias estão entre os autores.

Dois dos maiores clássicos da literatura ocidental aparecem juntos no Box Homero Ilíada e Odisseia, lançado pela Ubu Editora. A edição é traduzida por Christian Werner e ilustrada por Odires Mlászho, presente no lançamento do compilado.

Ikrek apresenta ao público Avenida las Palomas, livro da artista chilena Francisca Aninat composto por cianotipias, um processo de impressão fotográfica em tons azuis. Aninat exibe cinquenta exemplares numerados e assinados com transcrições de entrevistas realizadas nas cozinhas que cercam a Praça de Armas, situada no centro da cidade de Santiago.

Já a Edições Sesc lança uma biografia de Tarsila do Amaral. A professora e ensaísta Nádia Batella Gotlib recria a trajetória libertária da artista e detalha seu empenho e resistência em prol de uma diversidade artística e afetiva-pessoal. O lançamento de Tarsila, a modernista contará com a presença da autora.

Família Editions apresenta Não me lembro bem, publicação do artista Ivan Grilo, e Anotações visuais, de Dalton Paula – ambos estarão presentes para sessões de assinatura durante o Festival. Já a Fotô Editorial promove o lançamento de publicações de Lucia MidlinLoeb, Ana Lucia Mariz, Sheila Oliveira e Salete Goldfinger.

Destaque ainda para livros de artistas como Caio Reisewitz, Gabriel Wickbold, Letícia Lampert e Marcelo Amorim.

Quer conferir todos os lançamentos que vão rolar na SP-Arte? Clique aqui.

15ª edição da SP-Arte
Preview para convidados:

3 de abril
Datas abertas ao público:
4 a 6 de abril – Quinta-feira a sábado, das 13h às 21h.
7 de abril – Domingo, de 11h às 19h.
Local:
Pavilhão da Bienal – Parque Ibirapuera, Portão 3 – São Paulo, Brasil
Entrada:
R$ 50,00 [geral] e R$ 20,00 [meia promocional*]

*estudantes, portadores de deficiência e idosos com mais de sessenta anos [necessária a apresentação de documento]. O Vale-Cultura poderá ser utilizado para o abatimento de 50% do valor do ingresso. Crianças de até dez anos não pagam entrada.

A bilheteria encerra suas atividades trinta minutos antes do término do evento.

———————————————————-

CIRCUITO ATELIÊS ABERTOS

Confira abaixo a programação completa do Circuito Ateliê Abertos:

30 DE MARÇO
Visita a ateliês do Centro de São Paulo
Das 14h às 18h
Entrada gratuita

AVAF
Galeria Califórnia
R. Barão de Itapetininga, 255 – Sala 1201

BRUNO DUNLEY
Galeria Califórnia
R. Barão de Itapetininga, 255 – Sala 409

PEDRO CAETANO
Av. Ipiranga, 104
Conjunto 213

PIVÔ
Av. Ipiranga, 200
Visita aos ateliês de Adrián S. Bará, Anna Costa e Silva, Carolina Cordeiro, Carolina Maróstica, Cleo Dobbertin, Deco Adjiman, Fernanda Feher, Gilson Rodrigues, Leandra Espírito Santo, Maya Weishof, Renan Marcondes, Rui Dias Monteiro, Tomaz Klotzel e Vanessa da Silva.

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA FAAP
Praça do Patriarca, 78
Visita aos ateliês de Alessio Mazzaro, Ana Blagojevic, Diogo Bolota, Helena Trindade, Irina Kirchuk, Jesús Jiménez, Mimi Cherono Ng’ok, Paula Dager e Victor de la Roque.

ATELIER DO CENTRO
R. Teodoro Baima, 39 (Galpão)
Visita aos ateliês de Rubens Espírito Santo, Anna Israel, Gabriel Botta Gabriela Celan, Luca Parise, Felipe Góes, Rafael Chvaicer, entre outros artistas.

SOFIA BORGES
R. Antônio de Godói, 83
Mezanino do estacionamento

30 DE MARÇO
Visita a ateliês da Vila Madalena
Das 17h às 21h
Entrada gratuita

FONTE
R. Mourato Coelho, 751
Visita aos ateliês de Élcio Miazaki, Marcelo Amorim, Nino Cais e Simone Moraes.

* Às 16h, antes da abertura dos estúdios, acontece o encontro “Ateliês abertos: conhecimentos compartilhados”, com Ivan Padovani (Vão), Carla Chaim (Hermes), Nino Cais (Fonte), Ding Musa (Fidalga) e a professora Valquíria Prates (Unesp), no Fonte.

PROJETO FIDALGA
R. Fidalga, 299
Visita aos ateliês de Albano Afonso, Ding Musa, Leka Mendes, Luiz Telles, Otávio Zani e Sandra Cinto, e à exposição da residente Misa Funai.

HERMES ARTES VISUAIS
R. Hermes Fontes, 167
Visita aos ateliês de Brisa Noronha, Carla Chaim, Celina Portella, Júlia Pontes e Luisa Callegari.

VÃO – ESPAÇO INDEPENDENTE DE ARTE
R. Mourato Coelho, 787
Visita aos ateliês de Carlos Pileggi, Ivan Padovani, Maria Fernanda Lopes, Maria Luiza Mazzetto, Marina Zilbersztejn, Olivia Abrahão, Rita Sepulveda de Faria, Sandra Lapage, Silvia Jábali, Susy Aziz e Thais Stoklos, e à exposição coletiva “Sob o mesmo teto”.

TALKS

Confira abaixo a programação completa do Talks, que neste ano acontece no Auditório do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM), no Parque do Ibirapuera. Entrada gratuita sujeita à lotação do espaço.

5 DE ABRIL
A iniciativa privada no setor cultural
Das 16h às 17h

Especialistas convidados discutem caminhos possíveis para o intercâmbio entre os setores privado e institucional. Com a presença de Marcos Amaro, artista e presidente da Fundação Marcos Amaro, e Silvio Frota, colecionador e fundador do Museu de Fotografia de Fortaleza.

6 DE ABRIL
Perspectivas dissidentes da arte latino-americana
Das 16h às 17h

Paulo Miyada, curador do Instituto Tomie Ohtake e curador-adjunto da Bienal de São Paulo 2020, se aprofunda em tópicos históricos do estudo da arte latino-americana, abordando-os por um viés alternativo. Em diálogo, José Esparza Chong Cuy, curador da exposição “Jonathas de Andrade: One to One” (MCA Chicago) e integrante do time curatorial da exposição “Lina Bo Bardi: Habitat” (Masp), comenta a retomada da internacionalização da arte brasileira e latino-americana. A mesa conta com mediação da chilena Alexia Tala, curadora do setor Solo, focado nesta edição na América Latina.

A instituição de arte na contemporaneidade
Das 17h30 às 18h30

Benjamin Seroussi, da Casa do Povo, e Fernanda Brenner, do Pivô, comentam suas experiências à frente de instituições artísticas de formatos inovadores. Em complemento, a artista Graziela Kunsch fala sobre a produção artística que transita entre diferentes ambientes – do institucional ao informal.

7 DE ABRIL

Brasil desamparado e a cidadania em construção

das 11h às 12h

Josué Mattos, vencedor do Prêmio Marcantonio Vilaça na categoria curadoria, conversa com Clarissa Diniz, curadora que o acompanhou durante seu processo de pesquisa para a exposição “Verzuimd Braziel – Brasil desamparado” (2018).

Para onde vamos? Inovações no mercado de arte

das 15h às 16h

Os últimos anos têm se mostrado de grande transformação no mercado artístico, e com esse crescimento vem também novas fronteiras de prática e desdobramento. Carol Pino, representante do mercado latino-americano da Artsy.net, e Fernanda Feitosa, diretora da SP-Arte, discutem os potenciais de transformação do mercado de arte, em específico na América Latina. A mesa tem mediação da pesquisadora Ana Letícia Fialho.

Novas narrativas curatoriais no Brasil

das 16h30 às 17h30

Os antropólogos Hélio Menezes e Lilia Schwarcz, do time curatorial da mostra “Histórias afro-atlânticas” (Masp), e Diane Lima, curadora do Valongo Festival Internacional da Imagem (2018), comentam sobre a inclusão de artistas até então excluídos da narrativa canonizada da história da arte. Essa busca tem tido ressonância na visibilidade de pesquisadores dedicados ao assunto e curadorias focadas nessa revisão, desde portes menores até grandes exposições institucionalizadas.

MEET THE ARTISTS

Confira abaixo a programação do Meet the Artists, parceria com o Prêmio de Indústria Nacional Marcoantonio Vilaça. Os encontros acontecem no estande institucional do Prêmio no 2º andar do Pavilhão da Bienal.

5 DE ABRIL

1) Daniel Lannes e Jailton Moreira
das 17h às 18h

2) Fernando Lindote e Paulo Herkenhoff
das 19h às 20h

6 DE ABRIL

3) Jaime Lauriano e Moacir dos Anjos
das 11h às 12h

4) Pedro Motta e Cauê Alves
da 15h às 16h

GALLERY NIGHT

Confira abaixo os espaços que participam do Gallery Night e suas respectivas programações:

1 DE ABRIL
Pinheiros e Vila Madalena
Das 17h às 21h
Entrada gratuita

Bolsa de Arte
R. Mourato Coelho, 790
Exposição em cartaz: Natureza inventada, de Carlos Vergara
Atividade: visita guiada com o artista, das 18h às 19h

Choque Cultural
R. Medeiros de Albuquerque, 250
Exposição em cartaz: Dhamma, de Narcélio Grud

Galeria Eduardo Fernandes
R. Harmonia 145
Exposição em cartaz: Incertezas Amanhecem, de Mai-Britt Wolthers

Projeto Fidalga
R. Fidalga, 299

Fortes D’Aloia & Gabriel
R. Fradique Coutinho, 1500
Abertura de Exposição deRivane Neuenschwanderdas 19h às 22h

Galeria Millan
R. Fradique Coutinho, 1360/1416
Exposição em cartaz: Bacantes, de Regina Parra

Galeria Raquel Arnaud
R. Fidalga, 125
Exposições em cartaz: Liminaridade, de Frida Baranek
De tudo fica um pouco, de Ricardo Ribenboim
Alexander Apóstol em parceria com a galeria Mor Charpentier, projeto Condo

Instituto Tomie Ohtake
R. Coropés, 88
Exposições em cartaz: Taswir, a fotografia árabe contemporânea
Tomie Ohtake Brasa Rubor
O design da Forma, de Ruy Ohtake

Vão – Espaço Independente de Arte
R. Mourato Coelho, 787

Viva Projects + Ikrek
R. Cristiano Viana, 201
Abertura da exposição IKREK 5 anos, das 19h às 22h

________________________________________

2 DE ABRIL
Jardins, Itaim e Vila Nova Conceição
Das 17h às 21h
Entrada gratuita

Almeida e Dale Galeria de Arte
R. Caconde, 152
Exposição em cartaz: Memórias Imaginadas, de Farnese de Andrade

Andrea Rehder Arte Contemporânea
Av. Brasil, 2079
Exposição em cartaz: Breves, de Ralph Gehre
Atividade: Conversa com o artista, das 18h às 20h

Arte 57 + Casanova
Av. Nove de Julho, 5144
Abertura de exposição: Arte57 + Casanova
Coletiva com Betina Samaia, Claudio Edinger, Claudia Jaguaribe, Douglas Gordon, Rosângela Rennó, entre outros.

Galeria Berenice Arvani
R. Oscar Freire, 540
Exposição em cartaz: Liberdade e ousadia nos anos 60, de Teresa Nazar

Baró Galeria
R. da Consolação, 3417
Exposição em cartaz: Talism?, de Maria Lynch

Bergamin & Gomide
R. Oscar Freire, 379
Exposição em Cartaz: Antoni Tàpies, de Antoni Tàpies
Atividade: Exibição de documentário, das 20h às 22h

Bianca Boeckel Galeria
R. Domingos Leme, 73
Exposição em cartaz: Entretempo, de Gabi Gelli

Carbono Galeria
R. Joaquim Antunes, 59
Exposição em cartaz: Di Paulos: retrospectiva de um artista múltiplo, arquivista de um Banco de ideias e que não pede permissão, de Paulo Bruscky

Galeria Caribé
R. João Lourenço, 79

Casa Triângulo
R. Estados Unidos, 1324
Exposição em cartaz: Noturno, de Sandra Cinto

Choque Cultural Galpão
R. Comendador Miguel Calfat, 213
Exposição em cartaz: “Em Choque”, coletiva de Alê Jordão, Bijari, Jaca, Daniel Melim, Mariana Martins, Narcélio Grud, Rafael Silveira e Flávia Itiberê e Tec

Cidade Matarazzo
Al. Rio Claro, 190
Abertura de exposição: Alma, Cristiano Mascaro e Curadoria de Marc Pottier

Emmathomas
Al. Franca, 1054
Exposições em cartaz: Equação das cores, de Daniel Mullen, e Onde havia florestas, habitam almas, de Sani Guerra e Luisa Almeida

Gabriel Wickbold Studio e Gallery
R. Lourenço de Almeida, 167
Abertura de exposição: Where The Dreamers Go, de Marcel van Luit

Janaina Torres Galeria
R. Joaquim Antunes, 177 – Conjunto 11
Exposição em cartaz: Reforma: Canteiro de obras, de Andrey Zignnatto

Luciana Brito Galeria
Av. Nove de Julho, 5162
Exposição em cartaz: Augusto de Campos: Poemas e contrapoemas
Condo São Paulo 2019 – Luciana Brito Galeria recebe Galeria Madragoa (Lisboa)

Luis Maluf Art Gallery
R. Peixoto Gomide, 1887
Exposição em cartaz: Sagacity – from the little bad eggs, de Jesse Thompson

Galeria Luisa Strina
R. Padre Joao Manuel, 755
Abertura das exposições Paisajes de trabajo, de Carlos Garaicoa+ Coletiva Jimmie Durham, Cildo Meireles, Pedro Cabrita Reis

Galeria Lume
R. Gumercindo Saraiva, 54
Abertura de exposição: Serenata, de Florian Raiss

Galeria Marcelo Guarnieri
Al. Lorena, 1835
Exposição em cartaz: Encontro com LIUBA, de Claudia Jaguaribe

Galeria Marilia Razuk
R. Jerônimo da Veiga, 131
Exposição em cartaz: Correlações entre variáveis aleatórias, de Julio Plaza e Nelson Leirner

Galeria Mario Cohen
R. Joaquim Antunes, 177 – Conjunto 12
Abertura de Exposição Ventos, luzes e tranças, de Robério Braga
Atividade: Visita guiada com o artista, das 20h às 22h

Mendes Wood DM
R. da Consolação, 3358
Abertura das exposições dos artistas Antonio Obá e Sofia Borges

SIM Galeria
R. Sarandi, 113 A
Exposições em cartaz: Iron Mountain, de Frank Ammerlaan

Galeria Superfície
R. Oscar Freire, 240
Abertura de exposição: Novas mídias e arte conceitual nos anos 70, coletiva com Anna Bella Geiger, Antonio Dias, Julio Plaza, Regina Silveira, Waltercio Caldas, Xico Chaves, entre outros.

Vermelho
R. Minas Gerais, 350
Exposições em cartaz: Dívidas, divisores e dividendos, de Marcelo Cidade; La Plaza del Chafleo, de Iván Argote e Mal-estar, de Renato Maretti

Verve Galeria
R. Lisboa, 285
Abertura da exposição Fiz daqui o meu lugar, de Angella Conte

Zipper Galeria
R. Estados Unidos, 1494
Exposição em cartaz: Aqui, agora, de Janaina Mello Landini
Atividade: Visita guiada com a artista, das 19h30 às 20h30

LANÇAMENTOS

Confira abaixo os lançamentos editoriais que ocorrem no Pavilhão da Bienal, em meio à SP-Arte:

4 DE ABRIL
Das 15h às 16h

-Christie’s Magazine, na presença dos especialistas da Christie’s – Marina Bertoldi, Sharon Kim, Virgilio Garza e Jeremy Morrison

Das 16h às 17h

-Trio Studio, de Gabi Gelli

Das 17h às 18h

– Biblioteca íntima, de Sheila Oliveira (Fotô Editorial)
– Visagem, de Salete Goldfinger (Fotô Editorial)
– Liberdade e ousadia nos anos 60, catálogo da exposição de Tereza Nazar, por João Spinelli (Gráfica Stil Graf)

Das 18h às 19h

– Capacete 20 anos – Comendo, bebendo, pensando, vários autores | Curadoria: Helmut Batista e Camilla Rocha Campos (Editora Capacete)
– Escola normal, de Marcelo Amorim (edição do artista)
– FHH – Falar Hilda Hilst, de Mado Resnik (Editora Desapê)

Das 19h às 20h

– Conhecidos de Vista, de Letícia Lampert (Editora Incompleta)

5 DE ABRIL

Das 15h às 16h

-Yutaka Toyota: Conversa com o universo de Pedro Erber com a presença de Yutaka Toyota

Das 16h às 17h

– Não me lembro bem, de Ivan Grilo (Familia Editions)

Das 17h às 18h

– Ilíada e Odisseia, de Homero; tradução de Christian Werner & ilustração de Odires Mlászho (Ubu Editora)

Das 18h às 19h

– Dhamma, de Narcélio Grud (Editora Expressão)

Das 19h às 20h

– Avenida las Palomas, de Francisca Aninat (Ikrek Edições)
– Altamira, de Caio Reisewitz (edição do artista)

6 DE ABRIL

Das 15h às 16h

– 1, de Gabriel Wickbold (edição do artista)

Das 16h às 17h

– Tarsila, a modernista, de Nádia Battella Gotlib (Edições Sesc)
– Arquitetura de Exposições: Lina Bo Bardi e Gisela Magalhães, César Augusto Sartorelli (Edições Sesc)
– Rabiscos, Estudos e Desenhos de Kiko Farkas, de Kiko Farkas (Bebel Books)

Das 17h às 18h

– Anotações Visuais, de Dalton Paula (Família Editions)

Das 18h às 19h

– Herbário Baldio, de Ana Lucia Mariz (Fotô Editorial)
– Vista SP e Árvore, de Lucia Mindlin Loeb (Fotô Editorial)

Das 19h às 20h

– Rotación poética de una A, de Clemente Padin (Gravuras no Brasil)
– Geometria bordada, de Isabella Despujols (Gravuras no Brasil)