Bem Estar Novidades Saúde Tecnologia e Games

R7 insere ferramenta de inclusão social no portal

Percebendo a urgência do contexto do covid-19, R7 oferece conteúdo em áudio de maneira mais inclusiva através de parceria com a Audima

O R7 insere em seu portal uma nova ferramenta tecnológica de inclusão social por meio de áudio. O software que converte textos em áudio, oferece ao usuário a possibilidade de ouvir as notícias. Ativando um player que aparece na parte superior do texto, a ferramenta lê a matéria com voz humanizada criada através de inteligência artificial. Não há necessidade de instalar programa ou qualquer outra ferramenta, é só apertar o play.

“A inovação irá auxiliar a pessoas com deficiência visual ou dificuldade de leitura a conhecer todo nosso conteúdo do portal. Além de expandirmos nosso conteúdo em muitas plataformas e canais, agora oferecemos mais possibilidades para milhões de brasileiros que passam a ter acesso à informação de credibilidade, principalmente em um momento tão crítico e delicado como este que estamos vivendo”, explica Claudia Caliente, Diretora Executiva Multiplataforma do portal R7.

A parceria tecnológica com a Audima, empresa responsável, permite que pessoas com dificuldades de visão ou leitura se apropriem das informações publicadas. “A palavra inclusão abraça mais pessoas, o áudio vai muito além do universo do deficiente visual – cerca de 35 milhões de brasileiros – mas, ele contempla também pessoas que tem outras dificuldades de leitura como um idoso ou até mesmo um analfabeto funcional – um a cada quatro brasileiros”, explica Luiz Pedroza, co-fundador da Audima. Luiz, que integra a lista da Forbes Under 30 na categoria ‘Terceiro Setor e Empreendedorismo Social’, conta que a ideia de criar a empresa surgiu por uma necessidade da sua irmã e sócia, Paula Pedroza, que sempre aprendeu melhor ouvindo do que lendo.

Contexto

“O timing desta parceria neste momento de pandemia do coronavírus surge quase como uma urgência de acesso à informação na internet, já que muitas pessoas estão conectadas na quarentena. Mais pessoas vão poder se informar sobre os impactos do covid e até mesmo sobre benefícios emergenciais por exemplo. Saúde, política, economia, estas informações trazidas pelo R7 são utilidade pública e aumentando seu alcance empoderamos às pessoas, pois ajudamos a nivelar o acesso ao conhecimento e à informação”, completa Luiz.

“Com acessibilidade você torna possível que as pessoas com deficiência ou alguma dificuldade possam ser incluídos em vários cenários, não apenas profissional ou da educação, mas também tendo acesso à cultura”, comenta Eliana Cunha, especialista em deficiência visual e coordenadora da área de educação inclusiva da Fundação Dorina Nowill para Cegos. Eliana destaca que no cenário do coronavírus a inclusão passa a ser ainda mais necessária. “Tudo está acontecendo online e este grupo se torna mais vulnerável sem acesso à informação e aos cuidados que devem ser tomados”, completa.

A parceria reforça o apoio à Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146), gerando maior integração digital e atingindo uma nova audiência que passa a ter um acesso ao conteúdo do R7. Outras iniciativas de acessibilidade já fazem parte do portal R7, como a customização do tamanho do texto e a opção de alto contraste nas páginas.