Bem Estar Cultura Esporte

São Paulo Companhia de Dança anuncia programação online de 06 a 17 de abril

Entre os conteúdos que serão liberados, está a íntegra da obra Inquieto, de Henrique Rodovalho

São Paulo Companhia de Dança (SPCD), corpo artístico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa, apresenta as próximas atividades de sua campanha #SPCDDigital, que visa promover diferentes conteúdos ligados à difusão da dança no meio virtual, estimulando a permanência das pessoas em seus lares. A ação se junta à campanha #culturaemcasa, criada pelo Governo do Estado de São Paulo em relação ao enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19).

A partir do dia 10/04, o público vai poder conferir na íntegra a transmissão da obra Inquieto (2011), uma criação contemporânea assinada por Henrique Rodovalho com música de André Abujamra. Na coreografia, três personagens marcam a cena e, pouco a pouco, revelam diferentes inquietudes diante do mundo cotidiano. O espetáculo ficará disponível gratuitamente, para visualização sob demanda, por 15 dias. Ao fim do período, uma nova criação entrará em cartaz, sempre às sextas-feiras.

Ainda sobre Inquieto, outros conteúdos serão veiculados nas redes sociais da SPCD: na quarta antes da estreia da obra em streaming, uma entrevista com Henrique Rodovalho, que assina a coreografia, além de bastidores e curiosidades sobre a criação de 2011.

O selo #SPCDdigital abrange ainda o fortalecimento do streaming dos documentários Figuras da Dança, que apresenta a história da dança no País a partir de depoimentos em primeira pessoa de grandes personalidades da área. No período, serão disponibilizados os documentários de Luís Arrieta e Eliana Caminada.

Com o início das férias dos bailarinos em abril, a convidada para o bate-papo nas redes sociais da Companhia será a coreógrafa Ana Catarina Vieira, de Aparições (2020). A obra traz como inspiração a arte de Candido Portinari (1903-1962), César-Guerra Peixe (1914-1993) e os movimentos das danças populares do nordeste do Brasil. Durante a live, Ana Catarina apresenta e comenta um trecho da obra, que estreou no começo de março, além de responder a perguntas do público virtual.
As crianças também têm vez: elas poderão se divertir com o segundo volume do Brincadeiras de Dança, livretos de atividades infantis, disponíveis para impressão no site www.spcd.com.br.

“A São Paulo Companhia de Dança se une à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado no sentido de proporcionar ao público que está em casa diferentes conteúdos para tornar este período de isolamento social mais interativo e dinâmico. É um modo, também, de levar um pouco de esperança e de continuarmos todos juntos em uma mesma sintonia, mesmo que longe dos palcos”, comenta a diretora artística da SPCD, Inês Bogéa.

A campanha acontece em todas as redes sociais da SPCD: Facebook (@spciadedanca), Instagram (@saopaulociadedanca), Twitter (@spciadedanca) e YouTube (Memoria_SPCD).