Mundo Empresarial Novidades

Supermercados que investem na linha de pães congelados, reduzem custos operacionais e ampliam mix de vendas

Um cafezinho fresquinho e um pãozinho quentinho com manteiga, quem resiste? Entrar num supermercado e sentir o aroma do pãozinho vindo da padaria, é compra na certa. Hoje, é difícil imaginar um supermercado, do tamanho que for não oferecer uma padaria de qualidade e com um mix variado de produtos ao consumidor.

Mas para toda oferta existe uma demanda, e nem sempre essa demanda é plausível aos olhos e ao bolso do supermercadista, ainda mais relacionada a panificação. “Hoje, para um supermercado manter uma panificadora tradicional os custos são altos, pois é necessário toda uma estrutura, gestão de pessoal e de estoque”, explica Marcio Pitlak, diretor-presidente da Pitlak – Bakery Solutions.

Para o pãozinho estar fresco logo que o supermercado abre, a padaria precisa começar a funcionar com pelo menos duas horas de antecedência, que envolve mão de obra, abertura do empreendimento com uma antecedência grande para os funcionários e aumento com a segurança. “Esses são alguns dos motivos que os pães congelados e industriais vêm ganhando espaço nas padarias dos supermercados”, enaltece Marcio.

Marcio Pitlak

A cada ano o pão congelado passou a se tornar aliado do supermercadista. “Quando inauguramos a empresa em 2004, começamos apenas com o pão francês, que era uma necessidade que havíamos levantado de uma experiência própria de um supermercado da família”, explica Marcio. “De lá para cá, nosso portfólio foi aumentando, e hoje a Pitlak oferece mais de 150 produtos deliciosos aos supermercadistas, atendendo todos os tipos de demandas, desde o pão francês até a linha de sobremesas prontas”, explica.

A partir do momento que o supermercado passa a trabalhar com a linha congelada na padaria o custo acaba reduzindo e otimiza a mão de obra. “A área de panificação passa a ter uma maior higiene, pois não existe mais a manipulação de farinhas e outros ingredientes. A manutenção de equipamentos reduz e passa a ter uma maior facilidade no controle de estoque do produto”, explica Marcio.

Além da otimização de mão de obra, e economia com a manutenção de equipamentos, o varejista que opta pelo pão congelado entrega ao consumidor final uma qualidade prometida, além de um produto padronizado. O desperdício com matéria prima para o supermercadista passa a ser muito menor.

No entanto, produzir produtos congelados como pães, tortas, salgados e doces não é tão simples. Por trás do produto existem investimentos grandes da empresa em tecnologia, maquinário, equipe e muito estudo. “Além da receita, são utilizados ingredientes diferenciados, como por exemplo no pão, onde a farinha é mais encorpada e de maior qualidade para suportar a variação de temperatura. Temos também amor pelo que fazemos e buscamos o respeito pelos ingredientes e pelas pessoas que trabalham conosco”, explica Marcio.

A Pitlak aposta não apenas nos pães congelados, mas também numa linha completa de bolos e tortas. Para isso, os estudos e investimentos são constantes. O chantilly, por exemplo, precisa de uma graduação diferente de produtos para que fique com aspecto atraente quando for congelado e principalmente mantenha o sabor delicioso, característica dos produtos da Pitlak.

O supermercado que opta em aderir pela linha de congelados, além dos benefícios já citados, pode também ampliar seu mix de produtos na área de vendas, além da facilidade de oferecer ao cliente o pãozinho fresquinho em curtos períodos de tempo. “Oferecemos um mix de mais de 100 tipos de pães, bolos, tortas, sobremesas e salgados, alguns que necessitam apenas do descongelamento. Para prezar pela qualidade dos produtos, possuímos uma equipe de vendas e pós-vendas, que realiza os treinamentos nos supermercados, para que não reste dúvidas sobre nenhum processo do descongelamento e do assar dos pães”, explica Marcio.

O produto congelado no estabelecimento só vem a beneficiar os negócios, além de permitir que o cliente possa sempre ter o pão quentinho nos horários em que deseja, não necessitando se programar para enfrentar uma fila e comprar o que quer, além de ter uma variedade de pães com preço justo.