Mundo Empresarial

EduTech Smart Money Education forma alunos para serem investidores-anjo e revoluciona mercado das startups

Com pouco mais de 6 meses de operação, 150 alunos já passaram pela escola em busca de aulas exclusivas, baseadas em experiências práticas, com professores que são investidores renomados. O objetivo é aprender a investir profissionalmente em um dos negócios mais lucrativos no momento: as startups

“Na nova Economia, não há como fugir. Ou você cria uma startup ou aprende a investir nela”, dispara Theo Braga, investidor-anjo com apenas 22 anos e CEO da Smart Money Education (SME). A Edtech foi criada em setembro de 2020, em plena Pandemia, em sociedade com ninguém mais que Thiago Nigro, criador do Primo Rico, uma das mais importantes plataformas de educação financeira. A missão da Edtech é ser o canal do segmento Finanças do portal Primo Rico, com conteúdos voltados a startups, investimento-anjo e empreendedorismo.

No entanto, o objetivo final da SME é ousado: se tornar o maior canal educador financeiro do mundo.  A estrutura da escola envolve diversos conteúdos gratuitos, desde episódios de Podcast na plataforma Primo Rico até espaços no perfil Primo Rico no YouTube. Além disso, também são realizados cursos para investidores e empreendedores. Para o primeiro público, a SME apresenta a Jornada Anjo Investidor. Já aos empreendedores, é realizada a Mentoria Smart Money.

“Meu principal objetivo na vida é disseminar, cada vez mais, a cultura de empreendedorismo e investimento-anjo no Brasil. As startups já são realidade entre nós e, para fortalecer essa ideia, quero que as pessoas tenham a mentalidade de entrar em uma faculdade e concluí-la, almejando sair como criador de uma startup, de uma solução”, afirma Theo Braga, que soma muito experiência nesse mercado apesar da pouca idade. É investidor de cinco startups: a Tracto, a LionTech, a SimpDigital, a Deobon e a Relowfan, além de investir em diversos segmentos no ramo de entretenimento e música como a balada 9Seven, o Réveillon Arcanjos e a agência de Dj Box Talents, responsável pela carreira de Alok.

Com pouco mais de 6 meses de vida, a EdTech SME já formou mais de 150 alunos, em 5 turmas. Todos buscam por um aprendizado direto sobre negócios e empreendedorismo ministrados em cursos e aulas totalmente focados em experiência prática e objetiva de investimento realizados nas modalidades presencial e on-line.

Alunos empreendedores, que buscam pela Mentoria Smart Money, investem cerca de R$ 2 mil em formação. Agora, para quem quer ser um investidor-anjo profissional, o ticket médio da Jornada Anjo Investidor é alto, chega a R$ 9 mil reais, para ter aulas com João Kepler que, além de empresário com mais de 40 anos de história em negócios, já levou ao exit players como Rappi, Méliuz, Agenda Edu, Melhor Envio e HandTalk.  Ao seu lado nas aulas, Kepler conta com outros nomes que são peso pesado no mundo das startups como Joel Jota, Pierre Schurmann, Edson Rigonatti e Bruno Perini.  

“Para investir em startups é preciso mais do que ter dinheiro, é necessário conhecimento. Na SME queremos aprimorar o know-how dos brasileiros e disseminar cada vez mais a cultura de investimento-anjo para fomentar o empreendedorismo no Brasil. O caminho para isso passa por experiências em aulas, experiências e eventos inovadores. Certamente, com a SME vamos revolucionar esse mercado de investimento em startups e revolucionar a forma como o brasileiro investe o seu dinheiro”, conclui Braga.